Sábado, 24 de Fevereiro de 2018
Email: redacao.piauiagora@gmail.com
Whatsapp: (86) 99829-2020 - Anuncie

Campo Maior

Menores são resgatados de exploração de trabalho infantil

A acusada se identifica como profetisa e levou o filho de uma família do Para ao Piauí, dizendo que o menor possuía "macumba" e precisava reverter a situação.

Publicada em 07 de Fevereiro de 2018 às 19h26

Publicado por: Marcia Gabriele  |  Fonte: Márcia Gabriele Imprimir

Foto: Reprodução

Notícia Atualizada em 08/02/2018 às 16h37

Um pai de um adolescente, vindo da cidade de Marabá, no Pará, denunciou uma mulher, identificada como Maria Ozana da Silva, de 37 anos, por exploração do trabalho infantil de seu filho e de outros menores na cidade de Campo Maior, distante a 85km de Teresina. Inclusive, dois dos menores são filhos da acusada. 

A operação de resgate aos menores na casa da mulher aconteceu nessa terça-feira, (06/02), com participação da Polícia Militar, Polícia Civil e Conselho Tutelar.

Segundo o pai de um dos menores resgatados, a mulher se identifica como profeta e levou seu filho para o Piauí, dizendo que o menor possuía ‘macumba’ e precisava reverter a situação.

O caso foi descoberto porque a filha deste mesmo homem, também foi trazida de Marabá a Campo Maior, com o mesmo objetivo, no entanto, ao perceber abusos, conseguiu fugir e avisar ao seu pai.

Segundo o Conselho Tutelar de Campo Maior, a mulher obrigada os menores a produzir e vender cocada em diversas cidades do Piauí, isso sempre a pé.

A residência onde viviam os adolescentes, de maneira precária, se localiza no Bairro Parque Flamboyant, na zona Sudeste de Campo Maior.

Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Homem é morto por conta de dívida de R$10 em Curimatá