Domingo, 18 de Fevereiro de 2018
Email: redacao.piauiagora@gmail.com
Whatsapp: (86) 99829-2020 - Anuncie

3 macacos mortos

Sesapi esclarece que macacos mortos no Piauí não têm relação com Febre Amarela

Em nota, a Sesapi repercute sobre o falecimento de três macacos no estado

Publicada em 23 de Janeiro de 2018 às 08h47

Publicado por: Daniely Viana  |  Fonte: Com informações Sesapi Imprimir

Foto: MERAMENTE ILUSTRATIVA

Notícia Atualizada em 23/01/2018 às 12h20

Nas últimas semanas, os piauienses foram surpreendidos com vários boatos relacionados a supostas mortes de macacos no Piauí. Devido à repercussão, e para acalmar a população, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) garantiu que as mortes, até o momento, não têm relação com a febre amarela.

Em nota, a Sesapi afirma que, em relação ao falecimento de três macacos no estado, um deles ocorreu devido a um atropelamento causado por uma motocicleta, no município de Jatobá, ao norte da capital.

Já as outras duas mortes ocorreram em São Raimundo Nonato, no mês de novembro. “Pelos dados coletados pela equipe de Vigilância, e que estão em fase de conclusão, apontam preliminarmente que as mortes não têm relação com a Febre Amarela, como reiterado pelo secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, em entrevista nesta segunda-feira (22)”.

A secretaria ainda afirma que somente vai informar a população sobre a morte dos animais após investigação, ou seja, atendendo aos protocolos do Ministério da Saúde.

VACINAÇÃO

Podem procurar um posto de vacinação para imunização, crianças a partir de 9 meses e adultos até 57 anos de idade dos 57 municípios piauienses, que fazem divisa com a Bahia.

CONFIRA NOTA COMPLETA

Sobre a morte de três macacos ocorrida no Piauí, a Secretaria de Estado da Saúde esclarece que:

- uma ocorreu por atropelamento por uma motocicleta, no município de Jatobá, ao norte da capital;

- duas mortes ocorreram em São Raimundo Nonato, no mês de novembro. Pelos dados coletados pela equipe de Vigilância, e que estão em fase de conclusão, apontam preliminarmente que as mortes não têm relação com a Febre Amarela, como reiterado pelo secretário de Estado da Saúde, Florentino Neto, em entrevista nesta segunda-feira (22).

Somente com investigação, que deve ser realizada como medida de vigilância e atendendo aos protocolos do Ministério da Saúde, a Secretaria de Estado da Saúde vai informar a população sobre a causa da morte daqueles primatas.

A Secretaria de Saúde reforça a importância da população dos 57 municípios que fazem divisa com a Bahia para que procurem uma unidade de saúde para imunização. Deve ser vacinada a população entre 9 meses e 57 anos de idade e para quem deva viajar para aqueles municípios piauienses e ainda para os Estados da Bahia, São Paulo e Minas Gerais.

A Secretaria de Saúde disponibilizou 16 mil doses de vacina, que já se encontram nos municípios, e mais 16 mil estão em estoque.
 
Comente através do Facebook
Matérias Relacionadas
Médicos suspendem atendimento aos servidores dos planos da PMT